• Em todo portal
  • Em Relação com Investidores

Notícias Corporativas

Avaliação inicial do simulado no Porto de Santos é positiva

13/09/2016

Os primeiros dados sobre o maior simulado de combate a incêndio já realizado no Porto de Santos indicam um saldo inicial positivo da ação. De acordo com o PAM (Plano de Auxílio Mútuo), os tempos de resposta à ocorrência simulada no treinamento da manhã de hoje no terminal de contêineres da Santos Brasil, localizado na margem esquerda do complexo santista, foram muito bons.

O simulado iniciou com a rápida reação do operador do RTG (guindaste que movimenta contêiner no pátio), que em 5 segundos informou à equipe de monitoração da Santos Brasil sobre a existência de uma emergência. Isso permitiu que a empresa iniciasse seu plano de atendimento e controlasse todo o evento rapidamente, acionando os órgãos intervenientes.

Em 10 segundos, as áreas de Segurança do Trabalho e Segurança Patrimonial foram acionadas para a avaliação da gravidade da ocorrência. Em três minutos, o bombeiro civil da empresa fez sua avaliação e, em seis minutos, iniciou o resgate da vítima. Em oito minutos, a Santos Brasil determinou o abandono do terminal, ação que foi concluída em 19 minutos e envolveu 323 funcionários.

A segunda vítima do simulado, um operador que estava no RTG, em uma altura de 23 metros, recebeu os primeiros socorros de um profissional de saúde da Santos Brasil em sete minutos. Na sequência, os bombeiros assumiram a ocorrência para realizar o resgate, o que ocorreu por meio de uma tirolesa.

A identificação do produto químico que provocou o vazamento que deu início ao simulado foi imediata e uma planilha gerada para localizar outros contêineres próximos com produtos que pudessem agravar a situação. Ao identificar um contêiner com tais características, iniciou-se o planejamento para a retirada do mesmo, o que ocorreu em 54 minutos.

O Corpo de Bombeiros chegou ao terminal nove minutos após o seu acionamento, dando início ao combate ao incêndio com água. A embarcação do Grupamento de Bombeiros Marítimo atracou no terminal em 22 minutos.

Coordenado pela Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), o PAM reuniu na manhã de hoje representantes de 20 entidades, entre Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Ibama, Cetesb, Prefeituras, Antaq, Receita Federal, Polícia Federal para a participação e avaliação do simulado. Durante toda a ação cerca de 250 pessoas estiveram envolvidas e cerca de mil foram sensibilizadas. O relatório final do simulado será entregue à Codesp.
Retornar ao Menu
_
Aperte ( Esc ) para sair.